O procedimento simplificado da ue

A diretiva ATEX em seu próprio sistema legal foi introduzida em 28 de julho de 2003. Tudo se resume a produtos destinados à atividade em áreas que estão em perigo de explosão. Os produtos em questão devem atender a requisitos rigorosos, não só para a segurança, mas também para a proteção da saúde. A diretiva ATEX contém procedimentos de avaliação de conformidade.

No que diz respeito às disposições do ato normativo em consideração, o nível de garantia e, além disso, combinado com os procedimentos de avaliação atuais, é principalmente condicionado pela ameaça ao meio ambiente no qual o dispositivo operará.A diretiva ATEX estabelece requisitos rigorosos que devem ser atendidos por um produto para que ele possa ser usado em áreas potencialmente explosivas. E qual é a zona? Em primeiro lugar, aqui estamos falando de minas de carvão, onde há uma probabilidade extremamente alta de explosão de metano ou pó de carvão.

A diretiva ATEX possui uma divisão detalhada de dispositivos em forças. Ele é dois deles. No grupo inicial, são selecionados dispositivos que são usados no subsolo da mina e em superfícies que podem ser ameaçadas por metano. O segundo grupo refere-se a dispositivos que estão associados em lugares subseqüentes, mas que podem existir em risco de uma atmosfera explosiva.

A presente directiva estabelece requisitos gerais essenciais para todo o equipamento sentado nas proximidades dos perigos de explosão de metano / pó de carvão. E requisitos mais detalhados são facilmente encontrados em contratos harmonizados.

Deve ser lembrado que os pratos autorizados para serviço em áreas com risco de explosão devem ser marcados com a marca CE. A marca deve ser seguida pelo número de identificação do organismo notificado, que deve ser bonito, visível, permanente e legível.

O organismo notificador examina toda a organização ou controla-se para garantir a conformidade com o projeto básico e as expectativas da diretiva. Também deve ser lembrado que, a partir de 20 de abril de 2016, a atual diretiva será substituída pela nova regra ATEX 2014/34 / UE.